História

Antes de ser povoado, este lugar chamava-se Barra Grande, por se encontrar localizado nas proximidades da barra entre os riachos Barra Grande e Saudades.
Em 1.951, Barra Grande recebia os primeiros desbravadores oriundos de Garibaldi, Rio Grande do Sul. Eram os irmãos Saretto: Honório, Reinaldo e João, os três casados, levando em sua companhia oito filhos, totalizando 14 pessoas.
Nos meados de 1.953, Barra Grande recebia mais três famílias. Como todos eram de origem italiana e muito ligada ao Cristianismo, trataram de construir uma Capela para se encontrarem aos domingos.
Foi então que o Senhor Augusto Picolli, procurador da Fazenda Saudades, onde estava inserida a Localidade de Barra Grande, propôs aos moradores da época a troca do nome do lugar; ao invés de Barra Grande passaria a ser chamada São Tiago, e que se eles concordassem ele doaria a Imagem deste Santo para ser colocado na Capela que eles pretendiam construir.
Todos os moradores da época concordaram, e a partir de 1.955, este lugar passou a chamar-se São Tiago.
 Em 1.957 conseguiram do Prefeito de Chapecó, sede do município a que pertencia, a autorização para procurar alguém que pudesse ensinar algo, aos que sabiam ainda menos. Encontraram uma moça chamada Denir Leite, que foi se apresentar para ser a primeira Professora de São Tiago, nesta ocasião foi criada a Escola com o nome de ESCOLA ISOLADA MUNICIPAL SÃO TIAGO.
Em 1.960, passou a pertencer a Rede Estadual de Ensino com o nome de ESCOLA ISOLADA ESTADUAL SÃO TIAGO.
Em 1.975 pelo PARECER N.º  071/75, foi transformada em ESCOLA BÁSICA SÃOTIAGO.
Em 1.998 com a autorização do PARECER N. º 131/98 DE 17/03/98 para a criação do Ensino Médio, passou a denominar-se COLÉGIO ESTADUAL SÃO TIAGO.
A través da Portaria 0016/SED de 28/03/2000, esta Unidade Escolar passou a denominar-se ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA SÃO TIAGO, sendo reconhecida pelo DECRETO n.º 2.021, de 18 de janeiro de 2001.
Assim surgiu o nome de São Tiago a esta Unidade Escolar, segundo dados obtidos através de entrevistas com os pioneiros que vivem e viveram nesta Comunidade e documentos existentes.
Em 04 de abril de 2005, a escola passou a oferecer ensino em Tempo Integral, partindo do pressuposto que, com maior tempo de permanência do aluno em sala de aula, busca-se maior aprendizagem e com isso mais conhecimento.

Em breve, a continuação da História.






Publicações populares